CASA COR e CASA HOTEL CAMPINAS

CASA COR e CASA HOTEL CAMPINAS antecipam tendências para os segmentos moradia e hotelaria
As duas mostras, realizadas paralelamente entre 3 de setembro e 12 de outubro no complexo Royal Palm Resort, se baseiam no tripé: sustentabilidade, “arquitetura da felicidade” e acessibilidade

´´17 – Suíte do Bebê
Profissionais: Mariana Reginato e Mel Godoy
Projetar um quarto para atender não apenas as necessidades do bebê, mas também da mãe, portadora de deficiência visual, foi o grande desafio das profissionais a partir de uma situação imaginária, porém relacionada ao tema acessibilidade bastante em voga atualmente. O projeto explora os materiais com texturas e a presença de sons e aromas num ambiente totalmente automatizado com acionamento especial. Elementos como cortinas e tecidos com apliques diferenciados e texturizados, placas em alto relevo e em Braille e lambris de madeira são alguns dos diferenciais da suíte.´´

CENTRAL DE COMUNICAÇÃO & ATELIÊ DE NOTICIA l 02 de setembro de 2010

Publicado em Arquitetura, Design de Interiores, Paisagismo | Tagged | Deixe um comentário

CASA COR INOVA E APOSTA NA CASA HOTEL

SEGUNDA EDIÇÃO DA MOSTRA DE ARQUITETURA, DECORAÇÃO, PAISAGISMO E DESIGN SERÁ ABERTA HOJE

Venceslau Borlina Filho
Da Agência Anhanguera
venceslau.borlina@rac.com.br

O crescimento do mercado hoteleiro em Campinas, pressionado pela alta demanda e inovação, impulsionou a realização da Casa Hotel paralelamente à segunda edição da Casa Cor Campinas — mostra de arquitetura, decoração, paisagismo e design que acontece de hoje até o dia 12 de outubro, no complexo Royal Palm Resort. A expectativa é de que 45 mil pessoas visitem o evento. O investimento total foi de R$ 6 milhões.

Segundo a organização, a proposta da Casa Hotel é ser uma vitrine de soluções, materiais e tendências para o setor. Caminhando pelos 16 ambientes que compõem a Casa Hotel, é possível encontrar nos jardins, recepção, salas, ambientes coletivos, quartos e banheiros todos os objetos que compõem um hotel de tecnologia avançada e sustentável. Logo na entrada, um tronco de árvore de 4 toneladas proveniente da Amazônia Legal foi transformado em balcão. O business center é todo comandado eletronicamente, desde a luz até projeções em telas especiais. E as suítes ganham tratamento especial, com tecnologia até nos colchões e travesseiros.

Já na Casa Cor, são 32 ambientes que trazem ideias para aplicar em casa, como a substituição de lâmpadas comuns por LEDs, madeira de demolição usada em mesas e prateleiras, jardins suspensos e adaptações para moradores da terceira idade e deficientes visuais. “Ao todo, são 51 ambientes que podem ser perfeitamente usados tanto no ambiente familiar quanto no hoteleiro. Foi essa utilidade que queremos dar à feira, para que todos pudessem se beneficiar do trabalho realizado pelos profissionais”, disse a presidente da Casa Cor Campinas, Silvia Quirós.

MERCADO
Silvia contou que, das 18 cidades que realizam o Casa Cor no Brasil, apenas São Paulo e agora Campinas têm o Casa Hotel. “Foi um desafio conseguir trazer a Casa Hotel para nossa segunda mostra. Como a Casa Cor é um produto dos grupos Dória Associados e Abril, mostramos a eles que Campinas e toda região vivem uma situação economicamente positiva e que envolve o setor hoteleiro”, disse a presidente, ao lado de Renata Selmi Herrmann e Renata Podolsky, também organizadoras da Casa Cor Campinas.

O desenvolvimento tecnológico e industrial da região, associados à ampliação do Aeroporto Internacional de Viracopos e à implantação do trem de alta velocidade (TAV) entre Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, foram apresentados pela organização para a primeira edição da Casa Hotel dentro da mostra. “Campinas tem 8 mil leitos hoteleiros e está próximo da saturação, com ocupação média de até 75%. Além disso, tem atraído investimentos do setor, o que contribuiu com tudo isso”, disse Silvia.

O próprio hotel onde será realizada a mostra segue a tendência de crescimento do setor. Em plena expansão, o Royal Palm Plaza Resort inaugurou ontem um novo espaço gastronômico, o Terraço Gourmet, e tem planos de aumentar sua área de apartamentos, além de montar um parque aquático no setor de lazer e entretenimento. “Com a mostra e sua proposta, vamos atrair mais visitantes, principalmente, de pessoas ligadas ao setor da hotelaria, interessados em novas ideias, inspirações e profissionais”, disse o diretor-executivo do hotel, Antonio Dias.

AMBIENTES
As três suítes do Casa Hotel — lua de mel, presidencial e da celebridade — trazem inovações ao setor hoteleiro. A lua de mel, por exemplo, foi desenvolvida com base no conceito de hotel butique. O sistema de iluminação traz um dimerisador para que o hóspede possa controlar a intensidade da luz, um dos desafios aos hotéis atuais. O colchão tem cobertura em fibra de bambu e os travesseiros regulagem de altura. “Pensei o ambiente para a praticidade de um hotel em espaço pequeno”, disse a arquiteta e designer Mariela Klann Fonteyne.

Na Casa Cor, a suíte 60+ foi totalmente elaborada considerando as atividades de um casal com mais de 60 anos. O arquiteto Beto Tozi baseou-se numa pesquisa sobre a terceira idade, que tem recursos e tempo para curtir a casa, além de não se preocupar com grandes espaços. “A cama, por exemplo, tem controle automático de altura, e o banheiro foi todo feito pensando na utilidade pelo casal, com o vaso sanitário um pouco mais alto para facilitar na articulação dos joelhos”, explicou.

Na suíte do bebê, gavetas têm escritos em braile para facilitar a vida da mãe deficiente visual. O piso também foi colocado especialmente para facilitar a locomoção e diferenciar os espaços do quarto e banheiro com o simples tato dos pés. As profissionais responsáveis pelo ambiente, Mariana Reginato e Mel Godoy, afirmaram que todo o quarto tem detalhes que possam facilitar a vida da mãe e do bebê. “Exploramos as texturas, os sons e aromas, tudo para despertar a sensibilidade nessa mãe que não enxerga”, disse Mariana

Local abrigou antigo retiro de padres

A Casa Cor e a Casa Hotel, segundo a organização, ocupam uma área de aproximadamente 3,6 mil metros quadrados de dois prédios que, entre 1970 e 2007, abrigou um retiro de padres. Na Casa Hotel, são 900 metros quadrados, sendo 330 no pavimento inferior, 270 no superior e 300 metros quadrados no entorno da edificação. Na Casa Cor são 2.630 metros quadrados, sendo 550 no pavimento inferior, 280 no superior e 1,8 mil metros quadrados no entorno. Além disso, os ambientes são acessíveis aos portadores de deficiência.

A mostra ainda terá palestras e eventos paralelos. Em outubro, por exemplo, o assessor hoteleiro Caio Calfat dará uma palestra aos visitantes e expositores. Ele vai falar sobre as tendências e inovações do mercado hoteleiro. “É um bom momento para que todos profissionais possam entender um pouco mais do que é a cadeia hoteleira e o que eventos como a Casa Hotel contribuem com o setor”, disse uma das organizadoras do evento, Renata Podolsky. (VBF/AAN)

SAIBA MAIS

CASA COR E CASA HOTEL CAMPINAS
Quando: de hoje a 12 de outubro de 2010
Local: área contígua ao Royal Palm Plaza Resort (Avenida Royal Palm Plaza, 277, Jardim Nova Califórnia, Campinas)
Horário: de terça a quinta-feira, das 12h às 20h; sexta e sábado, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 19h
Ingresso: R$ 25,00 (inteira) e R$ 12,00 (crianças de até 12 anos, estudantes e pessoas com mais de 60 anos); R$ 75,00 (passaporte
Casa Cor Campinas com acesso ilimitado).
Descontos: de 10% para grupos de 20 a 50 pessoas, 20% para grupos de 50 a 100 pessoas e 30% para grupos de mais de 100 pessoas
Special sale: 11 e 12 de outubro de 2010
Contato: (19) 2117-8000, ramal 8572
Mais informações: www.casacorcampinas.com.br

CADERNO ECONOMIA l Correio Popular l Campinas l SP l 03 de setembro de 2010

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

News Casa Cor

LOGO 2010

A começar pelo alto conceito da grife em todo País, a mostra Casa Cor e Casa Hotel estão fadadas ao sucesso na segunda edição campineira. Ela abre suas portas esta noite só para convidados e amanhã ao público em geral, no magnífico Royal Palm Plaza Resort.

Mil e quinhentos convidados circulam esta noite pela avant première do evento, sendo recebidos por Silvia Quirós, Renata Selmi Herrmann e Renatinha Podolsky em grande estilo. O vaivém será uma constante de hoje a 12 de outubro.

Os melhores ambientes do evento serão votados e escolhidos, hoje, por um júri convidado de diversas cidades brasileiras: Moema Leão, Helena Saia, João Henrique Grillo, Elaine Moreira Martins, Lucas Petrelli Wilmer, Neuma Figueiredo, Tereza Cristina Calderaro Corrêa e Newton Figueiredo. Vai ser assim.

CADERNO C l Correio Popular l Campinas l SP l 02 de setembro de 2010

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

Casa Cor Campinas

Olá pessoal!

Novidades este ano!

Em parceria com a arquiteta Mel Godoy, estaremos projetando um dos ambientes mais esperados de uma mostra de muito sucesso!!!

O ambiente ainda é surpresa, mas o evento não! Esse ano, somos profissionais Casa Cor Campinas! Muito bacana!

Aos poucos iremos colocar maiores novidades para vocês irem acompanhando!

A Casa Cor Campinas acontece entre os dias 3 de setembro a 12 de outubro

Beijos

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

Como escolher um bom terreno?

FACE NORTE

Para saber qual é a face norte do seu terreno, ou seja a face mais ensolarada, posicione-se de forma que o sol nasça do seu lado esquerdo e se ponha do seu lado direito, dessa forma, o norte estará na posição oposta a sua frente.Essa informação possibilita projetos onde a casa fica mais fresca e arejada.

MEDIDAS DO TERRENO

É interessante que se tenha, no minimo, entre 10 e 12 metros de frente , para uma melhor disposição dos ambientes internos da casa, dispondo de recuos laterais para aberturas de janelas, deixando a casa mais bem iluminada e ventilada.

INCLINAÇÃO DO TERRENO

Os terrenos planos ou os de nivel mais alto do que o da rua, são os terrenos que costumam gerar uma fachada mais interessante, para aproveitamento dos terrenos em declive  costuma-se ´´enterrar ´´ parte da casa, assim não é necessário fazer muitas modificações no terreno.

USO E OCUPAÇÃO DO SOLO

A primeira informação que você precisa ter é em qual zoneamento seu terreno está inserido. Desta forma você poderá consultar qual o tipo de uso, recuos e outras informações que irá precisar para dar incio no projeto.

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

Como funcionam as documentações?

CONTRATAÇÃO DE UM ARQUITETO OU ENGENHEIRO

É necessária a contratação de um arquiteto, para que este elabore o projeto.
Também é necessária contratação de um engenheiro ou arquiteto para que este acompanhe a execução da obra, sendo este o responsável técnico pela obra.
Quem fiscaliza se uma obra tem um engenheiro ou arquiteto contratado é o Crea, e para o Crea, para qualquer obra é obrigatória a contratação de um engenheiro ou arquiteto;

ART

Anotação de Responsabilidade Técnica, documento do CREA (Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura), através do qual o profissional, Arquiteto ou Engenheiro Civil assume a responsabilidade junto ao CREA pelos projetos e pela execução da obra.

PROJETO ARQUITETÔNICO

Aprovação do projeto arquitetônico junto a secretaria de urbanismo do município. Os demais projetos, elétrico, telefônico, de água, esgoto e estrutural não necessitam de aprovação, apenas que sejam executados por um profissional competente;

ALVARÁ DE CONSTRUÇÃO

Estando o projeto arquitetônico aprovado e as taxas pagas, a secretaria de urbanismo libera o alvará de construção.

CVCO ou HABITE-SE

Certificado de Vistoria e Conclusão de Obra ou Habite-se. Após conclusão da obra, deve ser solicitado junto a secretaria de urbanismo a vistoria de conclusão de obra, para que seja verificado se a obra foi realizada exatamente como foi aprovado o projeto.

INSS

Para obras acima de 70m² o registro de imóveis solicita a CND do INSS (Certidão Negativa de Débitos). Se tratando de obras acima de 70m², no inicio da obra deve ser feita uma matrícula junto ao INSS para o recolhimento dos impostos relativos a execução da obra. Ao final da obra deve ser procurada uma agência da Receita Federal, munido do projeto aprovado, da ART e do CVCO, para que seja verificado o valor devido pela obra ao INSS. A este valor deve ser deduzido o valor recolhido durante a execução, o qual deverá ser pago para a emissão da CND.

AVERBAÇÃO

Após a obra concluída e emitida a CND do INSS, a construção pode ser averbada junto ao registro de imóveis, ou seja, no registro onde continha apenas um terreno, agora será incluída a construção em questão e a obra finalmente estará regularizada.

FISCALIZAÇÕES DE OBRA

Todos os trâmites acima citados são obrigatórios para qualquer tipo e tamanho de construção, sendo assim algumas fiscalizações são comuns:

CREA

O CREA mantêm uma fiscalização constante em todas regiões, verificando se as obras em andamento estão sendo acompanhadas por um profissional qualificado, um Engenheiro Civil ou um Arquiteto. Quando destas visitas, o fiscal do CREA identifica a obra com um adesivo do CREA. Além disso ele verifica a disponibilidade das ART´s dos projetos e da execução da obra, bem como a placa de obra. Após isso o fiscal deixa um relatório de visita com o responsável pela obra, anotando o que encontrou na obra. Existindo alguma irregularidade o proprietário é notificado em tem um prazo para regularizar, estando este passível de multa. Caso a obra não possua os projetos será necessário protocolar todos os projetos da obra junto ao CREA para posterior análise pelo crea;

PREFEITURA

A prefeitura, através da secretaria de urbanismo normalmente verifica as obras mediante uma denúncia, caso contrário ela apenas fará uma vistoria na obra quando da solicitação do CVCO. Tratando-se de denúncia e existindo alguma irregularidade na obra, o proprietário é notificado, tem um prazo para regularizar a obra e estará passível de multa e embargo (paralização) da obra.

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

Como escolher a mão de obra?

INDICAÇÃO

Para que não se tenha surpresas durante ou no final da obra, é interessante buscar referências de outras obras que o empreiteiro ou construtor tenha executado. Peça a ele referências como: endereço da obra, nome e telefone do proprietário, valor que está sendo cobrado na execução da obra, prazo para finalização da obra, forma de pagamento, equipe de trabalho…

VERIFICAÇÃO

Além de buscar as referências, verifique se o que foi acordado está sendo cumprido.Converse com o proprietário e visite a obra para verificar se o endereço realmente existe, valor cobrado por m² foi mantido após a execução, se o prazo da execução da obra se manteve, se houve pedidos de adiantamentos, se houve custos extras… essas informações serão importantes para acertar na escolha.

Nesta visita também será interessante verificar: se a obra está limpa e organizada, se as paredes estão alinhadas, se os pisos e revestimentos estão bem colocados, se há umidades nas paredes ou no forro, alinhamento do telhado…

CONTRATO

É de extrema importância ter um contrato assinado com o empreiteiro ou construtor que estará responsável por executar a obra.

Segue um modelo de contrato para que você possa conferir se todos os ítens do contrato dele estão de acordo ou caso necessite de um.

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

Como funciona o trabalho de um arquiteto?

 

A arquitetura refere-se à arte ou a técnica de projetar e edificar o ambiente habitado pelo ser humano. A arquitetura trata destacadamente da organização do espaço e de seus elementos: lida com qualquer problema de agenciamento, organização, estética e ordenamento de componentes em qualquer situação de arranjo espacial.

A arquitetura como atividade humana existe desde que o homem passou a se abrigar das intempéries. Uma definição mais precisa da área envolve todo o design (ou seja, o projeto) do ambiente construído pelo homem, o que engloba desde o desenho de mobiliário até o desenho da paisagem e da cidade.  Neste percurso, o trabalho de arquitetura passa necessariamente pelo desenho de edificações (considerada a atividade mais comum do arquiteto), como prédios, casas, comercios,igrejas, entre outros .

Publicado em Arquitetura | Tagged | Deixe um comentário

Como escolher um bom imóvel?

Bom primeiramente, eu também como arquiteta, não poderia deixar de dizer, não existe a possibilidade de construir?Não?! Tudo bem, foi só uma tentativa… Enfim, vamos lá! Primeiramente segue alguns ítens importantes a se considerar para fazer a escolha do imóvel certo, depois disso, vamos personaliza-lo! E deixa-lo finalmente com a sua cara! Lar doce lar!!! ou Trabalho doce trabalho!!!rsrs

RESIDENCIAL

Se for residencial, primeiramente, é necessário analisar as necessidades dos moradores do imóvel. Quantas pessoas vão morar no local e quais são seus hábitos? Possuem alguma coleção ou hobby? A família vai crescer? Preferem ficar perto ou longe do agito? Verifiquem como é o local durante a noite e o dia…

COMERCIAL

Se estivermos tratando de um imóvel comercial, temos que prever ainda mais detalhes, por causa do segmento de comércio. O local permite o uso do tipo de comercio que você está pretendendo? O acesso é facil?Tem estacionamento? Número de funcionários, tem lugar para todos trabalharem confortavelmente? Itens tecnológicos para infra-estrutura, estoque e armazenamento… Qual é a infraestrutura que vou precisar por perto?Ela existe? e assim vai…

Publicado em Design de Interiores | Tagged | Deixe um comentário

Porque contratar um designer de interiores ou um decorador?

Agora o que vale é o design arrojado, o material moderninho, a cor divertida. Qualquer coisa que ajude a dar mais graça ao seu espaço. A idéia é saber compor e transformar texturas, formas e cores, em prol da harmonia e do bem estar!

O designer vem para colocar as idéias no papel e transformá-las em realidade! Assim como o arquiteto, sua função é a organização das idéias, a mistura das referências com as necessidades é que se transforma-rá em projeto o que ainda é desejo. Um projeto de interiores deve considerar a estrutura do edifício ou casa, sua localização, o contexto social e legal do uso e o respeito ao meio ambiente. Além das necessidades do cliente e sua adequação às soluções estruturais e de sistemas e produtos. Morar em uma casa transada ou ter um ambiente de trabalho funcional e bem planejado, deixou de ser privilégio de poucos. Com a proliferação de lojas de decoração e a produção em série de móveis assinados por designers de renome, ficou mais fácil deixar os espaços com jeito de ambiente de mostra de decoração!

O designer de interiores propõe soluções que conciliam acessibilidade, iluminação, acústica, conforto térmico, armazenamento de coisas, entre outros.

Publicado em Design de Interiores | Tagged | Deixe um comentário